obrigado1
 
 
QUEM SOMOS | COMO ANUNCIAR | FALE CONOSCO
Destaque: 19/10 |
NOTÍCIAS
 
Efeitos do consumo abusivo do álcool por mulheres
Geral - 01/02/2015

A grande maioria dos jovens gosta de baladas. Mas é necessário ter cuidado com o uso excessivo de bebidas alcoólicas durante as festas, apesar do predomínio masculino no consumo, cada vez mais as mulheres têm ingerido estes tipos de drinks.

Segundo o psicólogo e escritor, Alexandre Bez, autor da trilogia “O que Era Doce Virou Amargo” e de “Inveja – O Inimigo Oculto”, a questão não está no simples ato de beber e sim na quantidade ingerida pelas jovens. “Esse abuso pode alavancar uma série de comportamentos não condizentes com o gênero feminino”, afirma o especialista.

É extremamente necessário que a demanda da consciência alcoólica esteja atualizada, ou seja, saber até onde a mulher pode beber sem extravasar os limites.

Para isso, o psicólogo dá algumas dicas de como evitar os efeitos, riscos e as consequências ocasionadas pelos excessos de drinks:

• Se aproximar de estranhos com a maior facilidade, se a pessoa que conheceu alcoolizada não for idônea você pode se meter em uma encrenca, pois sua condição de avaliar estará prejudicada e com isso mais exposta aos riscos;

• Chamar um estranho para dançar, isso pode afastar aquele cara ou suas amigas sóbrias;

• Seus modos e sua compostura vão para o espaço, criando uma falsa imagem a cerca de si mesma. Você vai falar alto, usar outro linguajar, etc.;

• Você entrará em diálogos delirantes (induzidos pelo álcool), falando algo totalmente impróprio para a ocasião e assim sabotando a sua noite;

• Aprenda até onde é seu limite de beber com a sua intuição, não o ultrapasse. Nem muito menos aumente a frequência de suas rodadas;

• Um dos grandes problemas em beber é ficar "alterado" e nesta situação você está sujeita a achar que todos são seus amigos, cuidado não aceite nada de estranhos;

• Ficar inconveniente com a sua companhia, alcoolizada poderá manifestar com exagero seu amor próprio, tendo atitudes repetitivas-compulsivas do tipo: eu sou isso ou aquilo, ou ainda tirar 455 selfies;

• Revelar segredos pessoais ou particularidades íntimas sob o efeito do álcool, este inibe a sua censura localizada na mente e chamada Superego.

 

(Foto: reprodução)

 

Este site foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 3.0 Não Adaptada.

Permitida a reprodução apenas se citadas a fonte e autoria: www.mococa24horas.com.br

 
 
 Voltar  Topo  Imprimir
 
 
CLASSIFICADOS
booked.net
DINHEIRO
HUMOR
BLOG